LEITURA | Como se faz uma novela

Atualizado: 10 de Ago de 2018

Miguel de Unamuno | Trad. Lucas Piccinin | Ed. UFPR | 2017


Engana-se quem pensa que Miguel de Unamuno pretende ensinar de modo formal e aristotélico como se escreve uma novela ou qualquer gênero narrativo. O autor de Vida de Dom Quixote e Sancho se propõe, na verdade, a construir um “novelo”, termo não empregado por ele, mas que aqui empregamos para dar sentido à confluência de história, religião, política, filosofia, poesia. Escrito entre 1925 e 1927, Como se faz uma novela veio à lume em situação de exílio vivenciada por Unamuno em Hendaye, cidade da fronteira entre Espanha e França. Exílio sofrido em razão da perseguição do ditador espanhol Primo de Rivera. Unamuno iniciou a obra em Paris. E é na capital francesa que seu personagem “U. Jugo de La Haza”, uma espécie de alter ego, pontilha o discurso. Como se faz uma novela serve como espaço para que Unamuno reflexione com o leitor sobre as relações entre literatura e política, entre narrativa e história, bem como acerca do nacionalismo espanhol diante do País Basco, demonstrando a força da literatura nessas encruzilhadas. A edição vem acompanhada ainda de um texto de Jean Cassou sobre o escritor espanhol e um prefácio do tradutor, além de diversas notas explicativas.


{n. 2 | junho | 2018}

© 2020 {voz da literatura}

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • Branco Ícone Google+