Peregrinos e peregrinação na Idade Média

Susani Silveira Lemos França, Renata Cristina de Souza Nascimento e Marcelo Pereira Lima |Vozes | 2017 | 212 p.



Este livro faz parte da série “A Igreja na História”, da editora Vozes. Cada um dos autores de Peregrinos e peregrinação na Idade Média é responsável por um dos capítulos, que são, na verdade, estudos e ensaios independentes, mas que guardam uma forte noção de todo. Susani Silveira Lemos França, professora livre-docente em História Medieval na Unesp, tece no capítulo de abertura “Peregrinos e centros de peregrinação” narrativa instigante sobre a história quase milenar durante o período medieval de sucessivas peregrinações e destacados peregrinos, desde a aristocracia romana, levando o leitor a conhecer os mais diversos perfis de peregrinos (monges, armados, letras e urbanos) e os principais lugares de peregrinação (Jerusalém, Roma, Santiago de Compostela). O segundo capítulo, “Nos passos de Cristo e de seus apóstolos – relatos de viagem e peregrinações”, Renata Cristina de Souza Nascimento, professora da UFG, ocupa-se da peregrinação na Antiguidade Tardia, relembrando a figura de Augusta Helena, mãe do Imperador Constantino, e sua peregrinação à Palestina. Renata Nascimento recupera o relato de Etéria na rota das cenas bíblicas, escrito após o ano 360, bem como outras narrativas, tal qual O livro das maravilhas, de Marco Polo. Outro ponto de destaque da reconstrução da figura de São Luís, considerado como um dos maiores reis-peregrinos. O volume se encerra com o estudo de Marcelo Pereira Lima, professor da UFBA. Tem como enfoque a ambiência jurídica que cercava a figura do peregrino, para ampliar a visão sobre o direito medieval.


{n. 7 | novembro | 2018}

© 2020 {voz da literatura}

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • Branco Ícone Google+