VOZ DE CRIANÇA | Foi ele que escreveu a ventania


ROSANA RIOS (TEXTO) E MAURÍCIO NEGRO (ILUSTRAÇÕES) | ED. PULO DO GATO | 2017

Rosana Rios, com o personagem Tui, estimula as crianças a brincarem de ler poesia. Certo dia, a caminho da escola, Tui se surpreende com um poema escrito em um muro: “O sol saracoteia/lá no céu./No solo seco/a gente seca,/só se sente sede”. Tui, ao contrário dos colegas de sala, preferia livros de poesia. Especialmente um, que era praticamente só dele. À noite, em casa, assistindo ao telejornal, ficou sabendo que o poeta e autor de seu livro preferido havia morrido e descobriu que os poetas também morrem. Na mesma noite, sonhou com o poeta e ele era capaz de escrever no ar. No dia seguinte, de novo rumo à escola, fica triste ao presenciar a demolição do muro onde leu o poema que havia lhe impressionado tanto. Próximo dali, em um poste, encontrou outro poema, em resposta à demolição do poema-mural: “Quebram as paredes,/a gente ergue outras./Apagam os versos,/a gente escreve mais./Palavras/são eternas…”. Naquele mesmo dia, recebe de presente de sua professora um livro novinho, aquele do poeta de que tanto gostava. Assim, Tui começa a escrever poemas e se dá conta de que com as palavras poderia inventar a ventania. As ilustrações de Maurício Negro são inseparáveis da narrativa. Um livro com o mérito de desenvolver o gosto pela poesia nas crianças.


{n. 3 | julho | 2018}

© 2020 {voz da literatura}

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • Branco Ícone Google+