Senão você vai para Jacarepaguá

Este é o título do conto da escritora Carina Lessa, que inaugura a Coleção Prosa da revista {voz da literatura}.



"Ninguém que está no Rio vai a Jacarepaguá. Exceto quando temos Rock in Rio ou, mais recentemente, quando tivemos as Olimpíadas. Moro ao lado da Colônia Juliano

Moreira desde o nascimento e é a primeira vez que caminho por ela. As pessoas riem do corpo como quem vai a um boteco se espraiar pela mesa gosmenta ou implorar por um canudo escondido no banheiro. Levo o corpo muito a sério.

- Vou te mandar pra Colônia - bastava.

Parada e rígida nunca deixei de observar de canto de olho

aquela rua feia, meio atrevida, que indicava o caminho. Assim foi

desde a infância.

Pouco se fala sobre as diretrizes modernizadoras do Estado,

na década de 1950, instauradas no Rio de Janeiro para isolar os doentes mentais. (...)"


Senão_eu_vou_pra_Jacarepaguá_(Carina_L
.
Download • 120KB


© 2020 {voz da literatura}

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • Branco Ícone Google+