Nenhum mistério



{} NENHUM MISTÉRIO

Paulo Henriques Britto

Companhia das Letras | 2018 | 72 p.


O poeta e tradutor Paulo Henriques Britto experimenta, mais uma vez, seu lirismo em um conjunto de poemas que oscilam entre a visão cética e o discurso irônico para as coisas e as certezas do mundo. São formas poética simples, em versos livres ou com algumas boas rimas. O ritmo da poética de Paulo Henriques Britto faz soar um sujeito-lírico que em nós reverbera, porque toca em “nenhum” (equivalente a “todo”) mistério do que somos.




{n. 5 | setembro | 2018}





© 2020 {voz da literatura}

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • Branco Ícone Google+